Estudos em Psicopatologias e Espiritualidade marcam módulo de Pós-graduação em Imaginação Ativa

WORKSHOP: Mindfulness como reprogramação somatopsíquica
abril 4, 2018
Brusque sedia Curso de Imaginação Ativa com Sonia Lyra
abril 17, 2018

Nos dias 6, 7 e 8 de abril de 2018, o ICHTHYS Instituto sediou mais um módulo da Pós-graduação em Imaginação Ativa. O Módulo contou com as disciplinas de Psicopatologia com o Dr.Lucas Vaz de Lima Mattos e Psicopatologia e espiritualidade com o Dr. Carlos Harmath.

Dr. Lucas Vaz de Lima Mattos é psiquiatra, Especialista em Dependência Química – UNIFESP / UNIAD, Especialista em Integração Fisiopsíquica – Calatonia – Instituto Sedes Sapientiae em São Paulo e Especialista em Psicologia Analítica – UniSãoPaulo.

Dr.Carlos Harmath é médico psiquiatra, neurologista, físico, analista junguiano; Membro do SBPA e da Internacional Association for Analytical Psychology.

 

O curso de Pós-graduação em Imaginação Ativa é destinado exclusivamente a psicólogos e psiquiatras e recebe profissionais do estado do Paraná, Santa Catarina São Paulo e Minas Gerais.

Confira os pontos de destaque dos alunos sobre o módulo:

Tanto cérebro quanto corpo são instrumentos pelo qual a mente (psique) se manifesta. O bloqueio nessa interação (corpo e psique) é que dará origem às psicopatologias.” Renata Borges. Maringá – PR.

“A psiquiatria é tão antiga quanto a humanidade. Os diagnósticos são uma porta de entrada para entender e compreender a alma humana e suas diversas formas de sofrimento”. Ana Silvia de Andrade. Campinas – SP.

“É fundamental buscar a compreensão de como o paciente se sente diante da existência, de seu vazio interior e de sua angústias, e através da Técnica de Imaginação Ativa como profissionais podemos propor o confronto e a reflexão como possibilidade de encontrar o sentido da vida.” Iara Roman – União da Vitória – SC.

“Jung já postulava a função religiosa da psique como algo inato. A tentativa da ciência em abolir a participação dessa função natural pode ser percebida como umas das formas de adoecimento da psique, que se reflete também no adoecimento da sociedade.” Adelaide Pimenta. Belo Horizonte – MG.

“É fato que a psique possui uma função religiosa, e isso encontra diferenciações nas ligações neurais dentro da estrutura cerebral, sendo assim capaz de provocar inúmeras transformações na vida de um indivíduo. E mais, a evolução da matéria parece ter toda uma desenvoltura de uma estrutura voltada para o cosmos. A capacidade de perceber as partículas eletromagnéticas nos demostra que toda matéria é efeito de vibrações e todo esse processo é realizado pela força da consciência que colapsa a matéria através de ondas que nos proporcionam a visualização.” Regina Maria Grigório. Guarapuava – PR.

 “A habilidade espiritual pode ser desenvolvida assim como outra habilidade qualquer, como por exemplo a matemática ou a linguística. O paciente é o elemento químico a ser mudado e a responsabilidade desta mudança é do próprio paciente. O terapeuta atua como coadjuvante e mediador deste processo.” Sandra Regina Almeida. Maringá – PR.

“O maior desafio no processo terapêutico é conscientizar o paciente que ele é o elemento e o responsável pelo seu próprio processo, além disso ] é fundamental entender e reconhecer a linguagem do seu próprio corpo.” Camila dos Santos Zyskowski. Ponta Grosssa – PR.

“Cabe a cada indivíduo perceber no sentir, pois o corpo tem uma sabedoria interna. Escutar o próprio corpo fortalece a imunidade e ele próprio se cura”. Roselis Bittelbrunn. Brusque – SC.

“Perder o conhecimento é perder o amor”. Grasiele R. da Silva. Brusque – SC.

“O luto é um ritual que deve ser considerado como uma transição natural da vida. Quando não respeitado gera o adoecimento.” Karine Perondi. Medianeira – PR.

“A visão do Dr. Carlos está muito à frente do que se encontra na maioria dos consultórios psiquiátricos e a visão do Dr. Lucas possibilitou um excelente panorama da prática vigente da psiquiatria nos dias de hoje.” Maria Luiza Zanellato. Curitiba – PR.

“Sobre o transtorno do pânico surgiu uma perspectiva de investigar a questão da ansiedade em paralelo com a angústia: O que é patológico e o que é próprio da vida humana? O que os sintomas dizem da postura das pessoas que sofrem deste transtorno diante da vida e seu chamado? Ai está um universo a ser desvendado!” Lúcia Reolon. Cascavel – PR.

“As reflexões me levaram a confirmar a percepção que o trabalho eficaz com a esquizofrenia perpassa o envolvimento do sistema nuclear familiar, mais próximo do indivíduo. Gerar a compreensão simbólica dos conteúdos psíquicos que constituem as crises é fundamental para que as transformações se realizem.” Márcia dos Santos Zyskowski. Ponta Grosssa – PR.

“Os exercícios espirituais provocam a ativação de circuitos cerebrais que originam vivências arquetípicas de natureza numinosa.” Maria Cristina Recco. Maringá – PR.

“Percebo um suporte consistente. Por um lado a teoria e por outro lado a vida em si. Há ciência e consciência, mas há também o chamado do inconsciente, do Ser em mim, da vida que não se restringe ao habitual, conhecido e seguro”. Luciane Puerari – Gusrapuava – PR.

O ICHTHYS promove também cursos de extensão, onde pessoas de todas as áreas podem participar. Confira a agenda de cursos, inscreva-se e participe!

Imaginação Ativa em Brusque – SC: 14 e 15 de abril de 2018

Imaginação Ativa em Guarapuava – PR: 21 e 22 de abril de 2018.

Workshop Mandalas e as tradições curativas na religião e na arte. Curitiba – PR: 28 e 29 de maio de 2018

Workshop Mindfulness como reprogramação somatopsíquica. Curitiba – PR: 1 de maio de 2018

Imaginação Ativa em Londrina – PR:  26 e 27 de maio de 2018

Imaginação Ativa em Maringá – PR: 9 e 10 de junho de 2018

Imaginação Ativa em Piracicaba – SP: 19 e 20 de maio de 2018