Cascavel sedia seu primeiro Simpósio de Imaginação Ativa

Workshop de Astrologia: Vênus, amor e dinheiro no seu mapa natal
junho 13, 2018
Sonia Lyra ministra curso de Filosofia na Universidade Federal do Paraná
junho 21, 2018

O Teatro Municipal Sefrin Filho, em Cascavel, sediou no dia 16 de junho de 2018, o I Simpósio de Imaginação Ativa. O evento já apresentado no Museu Oscar Niemeyer em Curitiba e também nas cidades de Brusque – SC, Videira – SC e Maringá – PR, reuniu profissionais da área de saúde, filosofia e religião e outros interessados, que puderam aprender sobre a Imaginação Ativa, uma técnica da Psicologia Analítica que visa estabelecer a interação entre a consciência e o inconsciente.

O evento organizado pelas psicólogas Lucia Reolon e Karine Perondi apresentou a Imaginação Ativa em seus diversos aspectos. Entre os temas ministrados se destacaram a Imaginação Ativa e Pesquisa no Brasil, ministrado pela Dra. Sonia Lyra; a Imaginação Ativa e Psicoterapia, apresentado pela Psicóloga Luciane PuerariO Sandplay como possibilidade para a Imaginação Ativa, ministrado pela Psicóloga Marcia Zyskowski; Imaginação Ativa e o Cinema, apresentado pela Psicóloga Camila Zyskowski; Réquiem para Lázaro, ministrado pela Psicóloga Karine Perondi; Scintilla: a centelha oculta buscada pela Imaginação Ativa apresentado pela Psicóloga Renata Borges; Jardim Secreto: ministrado pela Psicóloga Sandra Almeida; Paixão: Poção ou veneno: Bebamos? apresentado pela Psicóloga Regina Maria Grigório e para fechar o evento A redenção de Salomé, ministrado pela Dra. Sonia Lyra.

A programação cultural do evento contou com a participação de Sandy Paola de Oliveira, aluna da Orquestra Sinfônica de Cascavel e Orquestra de Câmara do Oeste do Paraná – AMOP, que presenteou os participantes com um solo da melodia de Cecília de Mahle, nas cordas de seu contrabaixo. O escultor José Ferreira da Silva, que transforma pedaços de madeira bruta em belíssimas obras, também expôs seu trabalho durante o evento. Para o artista José Ferreira da Silva, “com a Imaginação Ativa, todo artista passa a ser mais profundo e verdadeiro, pois refletirá em suas obras as imagens da sua alma e do inconsciente”, afirma.

 

Confira os depoimentos dos participantes e palestrantes do Simpósio:

“Os participantes deste Simpósio tiveram a oportunidade de conhecer a Imaginação Ativa, autoexperimentada por Carl Gustav Jung e trabalhada no Brasil pela Dra. Sonia Lyra, analista junguiana e psicóloga, que desenvolve pesquisas com o uso da técnica.” Lucia Reolon, psicóloga e organizadora do Simpósio.

“Minha vivência aqui no Simpósio já vem de longa data em que já venho praticando e estudando a Imaginação Ativa. Esse Simpósio é a oportunidade para conhecer ainda mais sobre a técnica com os estudos apresentados. É algo que tem poder e não apenas um misticismo, como pode parecer, mas é uma técnica, é algo concreto e que dá resultado”. Gustavo Bianchini, estudante de Psicologia.

“É com grande alegria que buscarmos tornar acessível a técnica da Imaginação Ativa, para levar às pessoas que necessitam, seja por questões físicas ou psíquicas, uma oportunidade muito pontual para as dificuldades vivenciadas pela alma”. Regina Maria Grigório, Psicológa e palestrante.

“Entrar em contato com a Imaginação Ativa é descobrir um mundo de criatividade. É mergulhar no inconsciente e encontrar ali uma sabedoria interior sem limites.” Lex Kozlik, publicitário.

“A técnica da Imaginação Ativa possibilita o contato com o inconsciente e o diálogo com diversos aspectos da alma, possibilitando uma grande transformação e o desenvolvimento da psique.” Karine Perondi, psicóloga e palestrante.

“Jung destaca que importa mais viver as pequenas coisas com sentido do que as grandes coisas sem sentido algum. A Imaginação Ativa é uma técnica onde se possível encontrar o sentido nos símbolos que as imagens revelam.” Luciane Puerari, psicóloga e palestrante.
“Meu contato com a Imaginação Ativa vem de 4 anos, com 4 cursos e 3 Simpósios. A Imaginação Ativa é uma caixa de Pandora. Cada contato é uma nova descoberta e um renovo para o mundo interior e exterior. É uma experiência única que é necessário viver para entender de fato o seu significado.” Nathieli Mion, psicóloga.
“Entrar em contato com o processo de Imaginação Ativa é entrar em contato consigo mesmo, ou seja com o inconsciente. É o inconsciente que nos traz as imagens, com as quais podemos dialogar e que representam as diferentes partes de si mesmo.” Glaucia Kasper, psicóloga clínica.
Confira as imagens do I Simpósio de Imaginação Ativa de Cascavel:
Fotografias Lex Kozlik